Posts Recentes

Doce Lar, de Tillie Cole

11 outubro 2018

Aos vinte anos, Molly Shakespeare acha que já sabe de tudo. Ela leu Descartes e Kant. Ela estudou em Oxford. Ela sabe que as pessoas que te amam também te deixam. Mas quando Molly se muda da cinzenta Inglaterra para começar uma nova vida nos Estados Unidos, ela descobre que ainda tem muito a aprender. No Alabama os verões são mais quentes, as pessoas mais intimidantes e os alunos de sua nova escola muito mais viciados em futebol. Após conhecer o famoso quarterback Romeu Prince, Molly só consegue pensar em seus olhos castanhos, cabelos loiros, físico perfeito. E em como sua vida tranquila e solitária parece estar a ponto de mudar 


Ficha técnica:
Título: Doce Lar| Autor: Tillie Cole| Ano: 2018| Páginas: 319 | Idioma: português Editora: Editora Planeta

Olá leitores, hoje vou falar um pouco sobre a minha mais recente leitura, o primeiro volume da Série Sweet, Doce Lar, da autora Tillie Cole. Essa foi a primeira vez que li algo da autora, confesso que estava muito ansiosa para conhecer a escrita da Tillie e esse livro me pareceu uma boa opção de leitura, visto que tinha uma história interessante e a capa é muito linda.

A autora, Tillie Cole, é mundialmente conhecida por seu romance Mil Beijos de Garotos. Quem já teve contato com sua escrita sabe que seus livros se tratam de romances arrebatadores com grande toque de drama. Como uma grande fã de New Adult, já conhecia a fama da Tillie e estava louca para ler algo da autora.

Doce Lar conta a história de Romeo Prince e Molly Shakespeare, dois universitários que não possuem nada em comum, mas que por força do destino acabam se apaixonando.

Molly é uma garota inglesa e se mudou para realizar seu mestrado em filosofia na universidade do Alabama e acaba se aproximando de Romeo, o Quarterback mais famoso do time de Futebol Americano local. Romeo é o típico bad boy, bonitão e desejado pelas garotas, já Molly é a garota certinha e super inteligente. Entretanto, ambos carregam uma bagagem emocional muito grande.

No decorrer da leitura percebemos o díficil relacionamento de Romeo com os pais, que visam controlar todos os atos do garoto, fazendo com que este se sinta sufocado e não tenha liberdade para realizar seus sonhos. Já Molly, cresceu sem os pais e aprendeu muito cedo a se virar, sendo uma pessoa mais retraída. Podemos dizer que ambos se completam e aprendem um com o outro, além disso, são um casal muito intenso. 

Ao longo do livro muitos fatos acontecem e o casal tem que superar muitas questões relacionadas ao passado e enfrentar pessoas que não estão dispostas a deixarem esse relacionamento fluir.

Sou a ingênua Julieta Capuleto, arriscando tudo para jantar com os Montéquio. - ele revirou os olhos e disse:Julieta não foi insensata o bastante para correr esse risco. Eles simplesmente fugiram juntos e se casaram - um bom plano. Mas minha versão da Julieta resolveu que conhecer seus inimigos mortais vai ajudar nossa causa. Logo veremos se é verdade, mas quero deixar registrado que acho que é uma ideia bem idiota.
- Mas uma coisa certamente é igual.
- O quê? - perguntei.
- Que eu sinto por você o que Romeu Montéquio sentia por Julieta - Ele entrelaçou os dedos nos meus - Eu também abriria mão de tudo por você.
Encostei a cabeça em seu ombro, vendo pelo para-brisa o sol cansado baixando no céu. Respeirei fundo e sorri comigo mesma. Nada que seus ais pudessem dizer ou fazer me afastaria dele.  

Doce Lar é o típico clichê, porém, alguns elementos da história são bem interessantes. Por exemplo, a autora trouxe muitos elementos da filosofia, o que achei bem interessante, também menciona muitos trechos do clássico Romeu e Julieta, de William Shakespeare.

Adorei a escrita da Tillie, mas infelizmente me decepcionei muito com a história. Na minha opinião era para o livro ter sido sensacional, porém deixou muito a desejar, muitos fatos não tiveram nexo. Recomendo a leitura para que tirem suas próprias conclusões.
Comentários
5 Comentários

5 comentários :

  1. Oi, Gabriela
    Esse livro tem grandes críticas por conta do enredo, muita gente não gostou do casal ou falou que a autora passa a mão num relacionamento abusivo, algo assim. Eu não li, tinha até comprado, mas as resenhas foram tão ruins que passei pra frente.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabi!
    Da Tillie vou ficar só com a experiência de Mil Beijos de Garoto mesmo... já li muita resenha negativa desse livro.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. OI Gabi tudo bem? Ainda não li esse livro, mas vejo vários comentários sobre ele, fiquei bastante curiosa quando li sua resenha para saber a trama da história, li várias opiniões divergentes e gostaria de ler para poder dar meu parecer também, já adicionei a lista de desejados, parabéns pela sua sinceridade em relação ao livro, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu sou fã dessa série e da autora. A história de Rome é bonita, mas ainda não é o meu preferido da série. Gosto dos mais complexos como os irmãos Carrilho.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada da autora e já ouvi criticas vorazes e elogios generosos para as suas historias. Eu gostei destes elementos filosóficos que a obra traz e acho que este será o ponto alto da narrativa para mim
    Beijos

    ResponderExcluir