5 Distopias que você precisa ler!



Olá, leitores! Hoje vou falar um pouco sobre algumas distopias que considero essenciais para os amantes do gênero. Dessa forma, elaborei um Top 5 dos melhores títulos distópicos que já li e que pretendo ler. 

Para quem não sabe, esse gênero se baseia nas estruturas sociais, onde se reforça o lado negativo de uma civilização apresentada como ideal. Demonstrando a desigualdade e problemas sociais promovidos geralmente por um poder autoritário e opressor, que visa manipular e alienar pessoas.

Além disso, é possível perceber uma estrutura comum da distopia na literatura, onde se tem geralmente um governo corrupto que utiliza diversos mecanismos para controlar a população e a partir desse contexto, a história enfatiza um indivíduo que passa por uma tomada de consciência, percebendo todos os problemas sociais ao seu redor. Assim, o personagem principal junto a seus aliados luta contra esse sistema, em busca de uma ''libertação''.

Vale ressaltar que muitas distopias clássicas se tornaram populares e influenciaram diretamente livros aclamados pelo público jovem, como por exemplo, a trilogia Jogos Vorazes e Divergente. Dessa maneira, procurei elencar algumas obras que considero mais importantes para a literatura distópica.

Cinco distopias clássicas que você precisa ler: 

1- 1984, George Orwell.

Resultado de imagem para 1984 foto livro george

Publicada em 1949, o contexto da história se passa a partir de um sistema totalitário governado pelo ''Grande Irmão''. Esse líder é considerado como um Deus pela população, ele controla tudo e todos através de um aparelho denominado teletela, que visa observar e transmitir notícias para os cidadãos. 
É nesse contexto que conhecemos Winston, um rapaz que odeia o partido, mas depende deste, pois trabalha em um ministério do governo com a função de alterar o passado, ou seja, ao sair uma notícia onde os dados não batem com algo que o Grande Irmão disse em um passado remoto ou não, os jornais são alterados. Winston, enquanto vive pressionado a aceitar o sistema vigente, acaba por, intimamente, se rebelar contra ele e, ao conhecer Julia, por quem se apaixona, ambos partem em uma revolta secreta contra o Partido, unidos pelo amor entre si e pelo desejo de liberdade.
Li o livro recentemente, já tinha conferido outras obras de Orwelll, mas essa com certeza é a melhor e mais impactante. 

2- Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley.

Resultado de imagem para admirável mundo novo foto livro
''Ano 634 df (depois de Ford). O Estado científico totalitário zela por todos. Nascidos de proveta, os seres humanos (pré-condicionados) têm comportamentos (pré-estabelecidos) e ocupam lugares (pré-determinados) na sociedade- os alfa no topo da pirâmide, os ípsilons na base. A droga soma é universalmente distribuída em doses convenientes para os usuários. Família, monogamia, privacidade e pensamento criativo constituem crime. Os conceitos de 'pai' e 'mãe' são meramente históricos. Relacionamentos emocionais intensos ou prolongados são proibidos e considerados anormais. A promiscuidade é moralmente obrigatória e a higiene, um valor supremo. Não existe paixão nem religião. Mas Bernard Marx tem uma infelicidade doentia- acalentando um desejo não natural por solidão, não vendo mais graça nos prazeres infinitos da promiscuidade compulsória, Bernard quer se libertar. Uma visita a um dos poucos remanescentes da Reserva Selvagem, onde a vida antiga, imperfeita, subsiste, pode ser um caminho para curá-lo.'' (Sinopse)
Admirável mundo novo é um dos livros mais incríveis que já tive a oportunidade de ler, foi o meu primeiro contato com a literatura distópica e provavelmente o meu favorito.


3- Fahrenheit 451, Ray Bradbury. 

Resultado de imagem para fahrenheit 451 imagem
''Escrito após o término da Segunda Guerra Mundial, em 1953, 'Fahrenheit 451', de Ray Bradubury é um texto que condena não só a opressão anti-intelectual nazista, mas principalmente o cenário dos anos 1950, revelando sua apreensão numa sociedade opressiva e comandada pelo autoritarismo do mundo pós-guerra. O livro se propõe a descrever um governo totalitário, num futuro incerto, mas próximo, que proíbe qualquer livro ou tipo de leitura, prevendo que o povo possa ficar instruído e se rebelar contra o status quo. Tudo é controlado e as pessoas só têm conhecimento dos fatos por aparelhos de TVs instalados em suas casas ou em praças ao ar livre. A leitura deixou de ser meio para aquisição de conhecimento crítico e tornou-se tão instrumental quanto a vida dos cidadãos, suficiente apenas para que saibam ler manuais e operar aparelhos.'' (Sinopse)
Confesso que essa obra é para mim, a mais desejada atualmente. Já conhecia o título, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Recentemente assisti a adaptação cinematográfica e me surpreendi bastante, desde então, estou ansiosa para essa leitura.


4- O Conto de Aia, Margaret Atwood.


Resultado de imagem para o conto de aia foto livro''A história de 'O conto da aia' passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.'' (Sinopse)

Confesso que só li essa obra devido a aclamada série “The Handmaid’s Tale” que é baseada nesse livro incrível. O Conto de Aia é uma obra que com certeza irá te deixar desconfortável e fazer com que se reflita sobre diversos temas que ainda são muito atuais.
Se quiser saber mais detalhes sobre o livro e a série Clique Aqui

5- Laranja Mecânica, Anthony Burgess.
Resultado de imagem para laranja mecanica livro
''Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma reposta igualmente agressiva de um governo totalitário. A estranha linguagem utilizada por Alex - soberbamente engendrada pelo autor - empresta uma dimensão quase lírica ao texto. Ao lado de '1984', de George Orwell, e 'Admirável Mundo Novo', de Aldous Huxley, 'Laranja Mecânica' é um dos ícones literários da alienação pós-industrial que caracterizou o século XX. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick, é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo.'' (Sinopse)
Laranja Mecânica é um clássico do cinema. O filme é cheio de simbolismos, fato pelo qual se torna ainda mais interessante. Entretanto, tive dificuldades para lê-lo, que na minha opinião tem uma narrativa um tanto quanto densa. Mas isso não me impediu de adorar a obra e considerá-la como uma das minhas favoritas.

17 comentários

  1. Olá!!
    Também só li O Conto da Aia por conta do sucesso da série, mas ainda não a assisti!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi!

    Tudo bem? Então, dessa lista eu já li Admirável Mundo Novo, 1984 e Fahrenheit 451 (que inclusive foi adaptada em um filme com o Michel B Jorda -♥- pela HBO) e todos serão realmente legais. Já quis muito ler Laranja Mecânica porque o filme está entre os meus favoritos, mas agora não estou nessa vibe e O Conto de Aia está na minha wishlist desde bem antes de ser lançado aqui.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Das cinco que você citou, quero ler... as cinco. rsrs Faz muito tempo que não pego uma distopia para ler. Estou doente de vontade de ler "Os contos de Aia", dizem que é muito bom.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  4. Olá.

    Adorei as dicas! Acredita que ainda não li nenhum? E juro que não sabia que alguns eram distopias. Sem dúvidas minha listinha de desejados já aumentou. AMO esse gênero!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?

    Confesso pra ti que acho muito interessante distopia, mas ainda não tive muito contato com livros do gênero.

    Achei suas dicas incríveis, inclusive você colocou bastante clássicos ne? Muito legal, mas infelizmente nao conseguiram me chamar a atenção

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Dos livros mencionados eu só não conhecia o terceiro, mas infelizmente eu não li nenhum dos outros quatro, apesar de já ter visto o filme Laranja Mecânica, que sei não ser nada parecido com a obra de Burgess, então saber que mesmo densa foi uma de suas favoritas me anima, pois tenho bastante vontade de ler. O Conto de Aia está na minha lista de desejos e não quero ver a série antes de ler o livro, não vejo a hora de conhecer Gilead.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi oi!
    Quem não ama distopias, são incríveis com seus cenários e personagens bem construídos e com aquele toque de suspense maravilhoso. Eu ainda não li nenhum livro que vc citou, mas o Conto da Aia é o único que estou pretendendo ler em breve.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Acredita que ainda não li nenhum livro da sua lista? Tenho muita vontade de ler Laranja Mecânica, até tenho o livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Os outros livros já foram adicionados a lista, não posso perder uma indireta dessa não é mesmo?!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Distopia não é um gênero que me agrada muito. Os títulos que indicou são bons, porém de todos só tenho uma leve curiosidade em ler "o conto de Aia", mas só porque vejo muita gente falando. Quem sabe um dia eu leia!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Que post maravilhoso!

    Dos títulos mencionados apenas dois não estavam na minha lista de futuras leituras: Fahrenheit 451 e Laranja Mecânica.

    O Conto da Aia eu já tenho e será uma das minhas próximas leituras. Só assistirei a série depois de ler o livro.

    Admirável Mundo Novo me parece uma distopia extremamente atual. Realista até.rsrs Esse trecho da sinopse: "Família, monogamia, privacidade e pensamento criativo constituem crime." Estamos vivendo numa época em que está parecendo realmente crime o conceito de família, de monogamia, o pensamento criativo. Sou super a favor de diversas do respeito às diferenças. Da liberdade. Mas vejo tanto radicalismo de todos os lados que fico chocada. Parece que estamos regredindo e não avançando. As pessoas não entendem que para defender seus direitos não podem pisar no direito dos outros. Além disso, temos também a censura literária. Pessoas querendo decidir o que um autor pode ou não escrever, quando a liberdade é garantida pela própria Constituição Federal. Enfim... Esse livro é extremamente atual e estou louca para lê-lo.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oie amore,

    O do George Orwell eu li na época de escola e curti bastante, mais é um livro bem pensante.
    Admirável mundo novo, li umas três vezes também na época da escola, tenho vontade de ler novamente, de fato se trata de um livro maravilhoso.
    Fahreinheit assisti o filme e curti bastante, mas ainda não li o livro.
    Adorei as dicas!


    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ta aí um tipo de leitura que não costumo realizar, por isso da sua listinha eu não tive oportunidade de ler nenhum, porém vejo bons comentários sobre O conto da Aia e pelo enredo bem trabalhado.
    Confesso ter certa curiosidade com essa obra, pode ser uma boa opção para sair da zona de conforto.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Ótimas dicas! Ainda não conferi nenhum dos títulos, o que foi que eu achei mais interessante. São mais títulos para ler, e acredito que vou gostar muito de cada uma das histórias.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Dessas cinco distopias eu já li Fahrenheit 451 e gostei bastante. Todas as outras quatro eu também quero muito ler, inclusive já tenho Laranja mecânica na estante.

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho um sério problema com distopias, ou eu amo ou odeio, sério mesmo de todas as leituras que já fiz nunca fiquei num meio termo :/
    Gostei bastante das dicas e pretendo ler (algum dia) o 1894
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Adorei o post! Eu tenho dado um tempo de distopias, mas tem alguns livros da sua lista que quero ler futuramente. De todos os citados, eu li apenas O conto da aia e foi uma leitura incrível, apesar de forte e difícil em muitos momentos. Dos demais, eu já estou querendo ler 1984 e Admirável Novo há algum tempo, e agora fiquei curiosa por Fahrenheit 451 também. Na verdade, a única dica que eu vou passar é Laranja Mecânica, já que não tive a menor paciência com o filme e acho que teria menos ainda com o livro.
    De qualquer forma, adorei o post e acho que você trouxe ótimas dicas para quem está procurando uma boa distopia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Gabriela,
    Adorei ler seu post e ver indicações, pois eu não li nenhum desses livros ainda.
    Estou bem ansiosa para ler 1984 e Admirável Mundo Novo, que tenho em casa para ler.
    Eu não tenho muita vontade de ler Laranja Mecânica :(
    Beijos

    ResponderExcluir